Cesaria Evora [1941 – 2011]

Uma perda irreparável.

%d bloggers like this: