NU BAI, o Rap Negro de Lisboa

“Hip hop é intervenção. Não quero ninguém a dançar, mas a pensar”, diz Jorginho, um dos oito rappers entrevistados. Este documentário ouve o canto, solta a voz, não reprime os sonhos, os desabafos, o desejo de vingança, o diálogo-monólogo quase surreal. ” Eu sonhei que estava a voar na Pedreira dos Húngaros”. Realizado por Otávio Raposo, NU BAI – O Rap Negro de Lisboa é um documentário filmado entre 2003 e 2006, com a duração de 65 minutos. O filme participou em vários festivais, entre os quais o Indie Lisboa, e também ganhou vários prémios. Otávio Raposo é sociólogo (ISCTE/CRIA), nascido no Brasil, vive em Lisboa onde se licenciou na FCSH – Universidade Nova de Lisboa.

Aproveitando a estadia do CHULLAGE e do LBC,iremos exibir o documentário NU BAI, na terça-feira, dia 13 de Dezembro 2011, no auditório do Campus do Palmarejo – Uni-CV às 18h00, enquadrado no ciclo de cinema INDIEFEST a decorrer até o mês de Julho.